Evitar espinhas e cravos no rosto e nas costas – aprenda aqui

Evitar espinhas e cravos no rosto e nas costas

Nada como uma pele lisinha sem marcas ou manchinhas para que se tenha uma aparência mais bonita e saudável. Só que isso não é possível se as indesejadas espinhas insistem em aparecer. Livrar a pele deste mal não é tarefa das mais fáceis, porém é possível que se tome alguns cuidados e assim se possam evitar espinhas e cravos no rosto e nas costas, que quando aparecem deixam um visual bem chato de lidar. Porque nunca se sabe o que fazer com elas, espremer ou não? Que produtos utilizar? Pode-se usar maquiagem ou é melhor evitar? Algumas dúvidas começam a pairar sobre a cabeça de quem enfrenta o problema da acne.

A acne é uma doença dermatológica que consiste na obstrução dos poros devido à produção de gordura da pele. Em peles muito oleosas, essa produção de gordura é tão alta que acaba obstruindo os poros impedindo sua saída. E assim, acumulando-se na nossa pele, ela forma os cravos e espinhas tão indesejados. Os cravos são comodões abertos que podem ser brancos ou pretos, dependendo se entram em contato com o ar e oxidam. Eles devem ser tratados, pois quando essa secreção fica retida na pele e se acumula, há o favorecimento do desenvolvimento de infecções pelas bactérias.

Cravos e espinhas

Pele limpaJá a acne, ou espinhas como comumente são conhecidas, elas são pústulas cheias de pus, que devemos evitar a mania horrorosa de cutuca-las. Espremer, apertar ou ficar cutucando uma espinha, só serve para deixa-la com aspecto feio, além de fazer com que ela crie uma casquinha por cima daquele pus que ainda não saiu, e assim fica aquela maravilha, aquela infecção com uma tampinha marrom por cima. Resistam, não façam isso. Na hora da muita vontade de espremer pra ver se nos livramos logo da maldita, só que isso só piora as coisas, podendo causar até cicatrizes que só sairão com caros tratamentos dermatológicos.

As causas das espinhas são variadas. Algumas pessoas as desenvolvem porque a pele é oleosa e tem tendência ao aparecimento de espinhas e cravos. E talvez essa tendência decorra de um fator genético, pois quem tem na família pessoas que tenham passado pelo problema deve tomar cuidados a mais, prestando bastante atenção ao aparecimento das primeiras manifestações da doença.

E sempre bom lembrar que as espinhas são consideradas pela maioria um probleminha de adolescentes, que já, já vai passar. Em alguns casos essas pessoas tem razão e com o tempo o problema desaparece. Isso acontece quando se tem um tipo de acne inicial, considerada grau I, sem muita agressividade na pele. O problema maior da falta de observação e cuidados se dá quando os graus da acne atingem outros níveis, como o II, III e IV. Estas são classificações que a medicina usa para classificar o grau de agressividade da acne. A recomendação é sempre procurar um médico especialista, um dermatologista, para que este profissional possa recomendar o tratamento adequado para o problema.

Dicas úteis

Para quem tem a sorte de ter uma pele livre de cravos e espinhas, o ideal é que não descuide de certos hábitos para que não venha a desenvolver estes problemas. Algumas dicas que podemos passar são as seguintes:

Antes e depois

1)      Seja delicado ao higienizar sua pele:

Uma pele bem cuidada é essencial para que cravos e espinhas não apareçam. Só que cuidar bem significa esfoliar uma vez por semana, limpar com sabonetes específicos para sua pele ao menos duas vezes por dia, e tonificar a noite antes de dormir. A maior agressão pode ocorrer durante a esfoliação, se você usar de força e não de jeito. Não esfregue com força sua pele, você poderá causar lesões que deixam cicatrizes. Faça movimentos suaves e depois retire o produto com bastante água. Cuide para que não fiquem resíduos da esfoliação e também do sabonete que você usa para a limpeza.

2)      Tenha cuidado com o protetor solar escolhido:

Alguns produtos não são livres de óleo, portanto não devem ser usados em pessoas que tenham pele oleosa, para que isso não engordure mais ainda a pele e acabe por obstruir os poros. Prefira produtos em gel ou loção.

3)      Não esprema as espinhas ou cravos que aparecerem

Somente um profissional sabe identificar qual cravo está pronto para ser retirado, então não banque a esteticista e saia cutucando tudo o que aparecer. O resultado pode ser bem desagradável.

4)      Faça limpezas de pele regularmente

Você pode consultar um dermatologista para que lhe recomende uma esteticista, ou então, peça dica para seus amigos que já tem algum profissional de confiança. É importante que a extração do cravo seja feita por alguém que entenda do assunto.

5)      Evite exposição demasiada ao sol

O sol e o bronzeado causam uma melhora aparente e superficial nos cravos e espinhas. Com o tempo, o ressecamento da pele pode causar uma piora no quadro de obstrução dos poros, além de acelerar o envelhecimento da pele.

Cuidados para homens6)      Dica para os homens

Cuidado ao fazer a barba, utilize sempre lâminas em bom estado, porque as lâminas que não cortam o pelo em uma ou duas passadas, causam irritação e podem fazer com que se desenvolva um quadro de foliculite. A foliculite é uma lesão semelhante a espinha, mas que pode ou não ter pus. Ela é causada pela entrada da bactéria estafilococos em uma área de lesão da pele. Pode aparecer em regiões diferentes do corpo como as costas, coxas, cabeça, braço e nádegas. Para quem já tem as lesões, a recomendação é para que utilize sabonetes antissépticos, para combater a bactéria e evitar que ela causa maiores estragos.

Um detalhe que pode agravar as espinhas e cravos e passar sem que seja percebido é o estresse. O estresse é um mal social que atinge as pessoas. Este mal, além de todos os agravantes típicos ainda influencia no aumento da oleosidade da pele e da produção sebácea.

Se você gostou desta publicação, navegue pelo site Saibacomo.org e veja os demais posts publicados. Uma infinidade de assuntos para deixar você bem informado.

By Juliana on 20/04/2013 · Posted in Saúde

2 Comments | Post Comment

Puberdade - como conversar com seus filhos says:

[...] o sinal mais indesejado da puberdade é o aparecimento das espinhas (acnes) – Veja como evitar espinhas aqui no Saiba Como – Todos sabemos que as espinhas são feias, dóem e muitas vezes coçam. [...]

Posted on June 1st, 2013

Cristhyane Ferreira says:

adorei

Posted on June 26th, 2014